quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Afinal, quem foi Inácio?



O Morro do Pai Inácio, um dos locais mais visitados da Chapada Diamantina, guarda uma lenda famosa na região.

Dizem que Inácio foi um negro que se envolveu com a filha de um coronel que, ao tomar conhecimento do caso, mandou seus capangas caparem caçarem o cara.
Mas o danado, que já vivia escondido naquele morro e conhecia cada esconderijo, pulou do precipício quando se viu cercado pelos capangas. Na verdade, logo abaixo tinha uma pedra onde ele se apoiou e se escondeu até os caras darem ele como morto.


Cada pessoa conta essa história de um jeito: Tem gente que diz que ele era pai de santo, outros que ele era escravo reprodutor. Seu Raimundo, que nos levou para conhecer o orquidário, nos mostrou uma pequena gruta e falou que era ali que Inácio se encontrava com a esposa do coronel (vejam só, deixou de ser filha para ser esposa);

Bel se empolgou e resolveu dar sua versão dos fatos: para ela Inácio mantinha um caso com o próprio coronel e, como desde aquela época, crimes de homofobia já eram comuns, resolveu se esconder no morro pra não ser linchado pelo povo que achava que ele estava “desviando” a liderança política da região. E eu ainda fui mais longe. Pra mim ele era filho de Logunêdê, orixá que durante seis meses é homem e seis meses mulher...

Ta bom, não vou me meter na história dos outros. Aqui vai a minha versão: Inácio era um negão que, cansado de carregar pedra pra construir a estrada de Igatu, resolveu tirar licença prêmio.



Passou a viver ali pelas imediações do morro, comendo umas frutinhas, assando uns calangos



e curtindo a natureza. Ele ganhava uns extras contando histórias místicas sobre discos voadores, pedras de diamantes e romances da Chapada. Mas com o aumento na movimentação de turistas que iam curtir o pôr-do-sol e fumar um no morro, ele resolveu se mudar pra um lugar mais tranqüilo.



Aproveitou todo o conhecimento sobre a flora da região, adquirido no período em que viveu na mata, montou um orquidário e hoje atende pelo nome de Seu Raimundo.

(Será possível que NINGUÉM tirou uma foto de Seu Raimundo????)

Ele cobra R$ 8,00 para dar aulas sobre orquídeas em sua propriedade, que fica ao pé do Morro do Pai Inácio.
Gostaram?

6 comentários:

Tâmara disse...

Post sem foto não vale! :P

Miliane disse...

Raimundo Inácio é o cara!
Momento divertidíssimo este das inúmeras versões...haja imaginação. =D

Favuca disse...

Tá certo Tâmara. Seu desejo é uma ordem!

Bel disse...

A cada vez que comentávamos sobre Inácio surgia uma nova versão. E eu rindo alto até agora... Vou ver se tenho fotos pra ilustrar o post, péra!

Miliane disse...

Putz!!! Achei que tinha tirado uma foto dele. Merecia uma foto, gente boa e sabe sobre o que estava falando.

Mirian disse...

Acho que Flávia deve ter comido orquidea tb viu rsrsrs